A gente realmente termina de estudar?

Para muitos estudar é apenas uma etapa da vida, e que acaba.

Mas será mesmo?

Já parou para pensar para que você estuda?

Para ganhar mais? Para aprender uma profissão? Porque é obrigatório o ensino básico?

Muita gente pensa que ir a escola é um processo obrigatório e por tempo determinado.

Continuar os estudos? É para quem gosta de estudar!

E para que eu tenho que aprender isso?

Onde eu vou usar isso na vida?

A verdade é que a gente nunca termina realmente de estudar!

Parece estranho?

Mas não é!

Estamos em constante atualização.

Em tempos de tecnologias em que tudo muda muito rápido, é sempre necessário estudar.

Porque conhecimento é poder!

Porque conhecimento é o nosso maior bem, ninguém tira de nós.

E em tempos sombrios é bom pensarmos sobre tudo que tem acontecido com a educação no nosso país.

Não basta aprender o que aconteceu na história, é preciso pensar historicamente.

Pensar matematicamente sobre matemática.

Biologicamente sobre biologia, linguisticamente sobre português.

Estudar propicia a apropriação da cultura e da ciência.

E o desenvolvimento do pensamento, por meio da formação e operação com conceitos.

É estudando que você desenvolve suas capacidades mentais.

E assim como seus músculos, seu cérebro também precisa se exercitar. Sempre!

Por isso estudar é a contínua atividade de encontrar soluções gerais para problemas específicos.

É apreender os conceitos mais gerais que dão suporte a um conteúdo, para aplicá-los a situações concretas.

É raciocinar com a própria cabeça.

É conseguir distinguir e opinar sobre assuntos de ciência, política, tecnologia e sociedade.

Qual o papel do estudo na sua vida?

Para que você usa o estudo?

A gente nunca termina de estudar. Há sempre algo novo para aprender!

By | 2018-08-20T21:29:59+00:00 12.09.18|0 Comentários

Sobre o Autor:

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais, Mestre em Ciências (ênfase Ensino de Biologia) pela Universidade de São Paulo. Trabalha com biologia geral, com ênfase em estratégicas didáticas e linguagem.

Deixar Um Comentário