Recursos tecnológicos do Google para usar na sua aula

O Google Apps For Education ou G Suite for Education é um conjunto básico de aplicativos de comunicação e produtividade destinadas a promover a colaboração e criatividade.

Tudo em um ambiente de computação em nuvem que o Google oferece para escolas gratuitamente.

Os aplicativos do Google são suportados pela maioria dos navegadores da Web.

O Google Apps for Education (GAFE) fornece um domínio seguro para os sistemas escolares, mantendo os dados seguros e no controle do sistema escolar.

Além de a licença GAFE ser gratuita, elimina a necessidade de serviços de TI para comprar e manter software e servidores.

Os aplicativos são atualizados no nível da nuvem dentro do ambiente do Google, de modo que toda vez que um usuário acessa um aplicativo é a versão mais atual.

O Google Apps foi projetado para promover a colaboração através do compartilhamento controlado de arquivos.

O proprietário de um arquivo pode compartilhar esse arquivo com outros usuários e conceder-lhes direitos limitados para visualizar o arquivo, direitos expandidos para adicionar comentários ao arquivo ou fornecer acesso completo com direitos de edição e impressão.

A capacidade de compartilhar documentos de forma flexível melhora significativamente a riqueza e as oportunidades para muitos protocolos colaborativos.

Sala de aula – dentro e fora da escola

É um sistema de gestão para os professores.

  • Gerencia múltiplas classes e níveis;
  • Posta mensagens anúncios (perguntas, avisos e tarefas) para uma ou mais classes;
  • Gerencia tarefas e compartilhamento de arquivos (formulários, documentos, vídeos, link, etc.);
  • Sala de aula tem um código de acesso protegido

O professor acompanha o estudante no desenvolvimento das atividades e, se necessário, atribui comentários e notas nas produções realizadas.

A cada nova atividade inserida, os estudantes recebem uma mensagem no e-mail, independente se o estudante compareceu nas aulas presenciais e há a possibilidade do estudante participar ativamente das atividades complementares ou de pesquisa.

Além disso, o professor pode convidar os responsáveis dos estudantes, cadastrando seus e-mails, para acompanhar o desenvolvimento de seus filhos nas atividades, agendas e avisos pertinentes – um vínculo que aproxima família e escola.

O acesso no Google Sala de Aula é restrito aos estudantes e funcionários cadastrados pela escola.

Este cadastro é vinculado a um domínio relacionado à instituição, promovendo assim mais autenticidade e organização dos assuntos relacionados à escola.

Como funciona

O Google Sala de Aula define um link direto com o Google Drive.

Quando o professor cria uma nova sala, automaticamente no Drive é criada uma pasta para esta e todas as novas inserções serão armazenadas lá.

Na interface do Google Sala de Aula, as atividades já concluídas podem ser excluídas.

No entanto, o professor poderá revê-la a qualquer momento pelo ícone de controle do fluxo.

O professor pode disponibilizar materiais sobre os conteúdos que preparou para sua aula no espaço “Sobre”.

Esse espaço busca no Drive os conteúdos definidos em documentos, formulários, vídeos, apresentações, entre outros.

Esses documentos ficam à disposição do estudante, para ver, rever e desenvolver suas atividades.

Logo após as atividades concluídas, o professor pode lançar a nota relacionada a esse trabalho.

Essa nota pode ser visualizada pelo estudante, como também baixada em tabela de controle do professor.

Como o estudante recebe todas as informações que são registradas no Google Sala de Aula, minimiza possíveis esquecimentos ou falhas.

Também facilita a observância dos prazos e alertas de atividades a serem cumpridas.

Para os estudantes com dúvidas em certa atividade extraclasse, eles podem se conectar com o professor de forma síncrona (Hangout) ou assíncrona (Gmail), o que possibilita um estreitamento na comunicação de professor e estudante, não permitindo que as dúvidas se tornem possibilidades de desmotivação.

google

Outras ferramentas do Google

Os recursos do Google, alguns já usados pelos alunos, podem acrescentar no ensino.

Especialmente se você utiliza uma abordagem de ensino híbrido.

O calendário, por exemplo, pode ser muito útil em situações de ensino híbrido.

Ajuda a organizar e planejar atividades, já que é uma agenda conectada a uma conta do Google.

O Google Drive é um armazenamento de arquivos na nuvem, que permite o compartilhamento de arquivos com outra conta do Google ou contas fora do ambiente Google.

Permite também download de arquivos para um disco rígido para ser acessado offline.

O Documentos é  um “word online” e portanto, é para desenvolver textos.

E tem a capacidade de expandir os recursos disponíveis e funcionalidade com uma extensa lista de add-ons.

Além disso é possível utilizar recursos como planilhas, apresentações de slides, desenho (desenhos geométricos e livres), mapas e mídias sociais, como o Google + e o Hangout.

É possível ainda utilizar o Formulário para coleta de dados, como resultados de avaliações.

É uma ferramenta de grande utilidade na formulação de atividades diagnósticas, uma vez que é ligado a uma planilha e captura grandes volumes de dados.

Outra ferramenta bacana para sala de aula é o Google sites, que permite a criação colaborativa de um site.

É possível inserir imagens, vídeos, bem como Google Documentos, Planilhas e Apresentações diretamente do Google Drive.

Pode ser privado ou público com os professores que controlam o acesso para estudantes de criação de simples ferramentas e modelos para início rápido.

By | 2017-09-29T18:16:07+00:00 29.09.17|0 Comentários

Sobre o Autor:

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais, Mestre em Ciências (ênfase Ensino de Biologia) pela Universidade de São Paulo. Trabalha com biologia geral, com ênfase em estratégicas didáticas e linguagem.

Deixar Um Comentário