Como elaborar um relatório

Um relatório de uma atividade prática, é uma exposição escrita de um determinado trabalho ou experiência laboratorial.

Um relatório é o conjunto da descrição da realização experimental, dos resultados nele obtidos, assim como das ideias associadas.

De modo a constituir uma compilação completa e coerente de tudo o que diga respeito a esse trabalho.

Elaborar um relatório é parte da formação e é importante para que mais tarde, como profissional, possa ter adquirido e desenvolvido a práxis e o raciocínio crítico necessários à elaboração de um artigo científico.

A elaboração do relatório deve passar por um esboço (planeamento da informação) e, quase sempre, por alguns rascunhos.

O aspecto geral e qualidade gráfica do relatório têm uma importância primordial.

Por isso deve evitar-se rasurar, riscar ou utilizar corretor.

Apertar a letra, diminuir o espaço entre linhas, ocupar as margens tornará a leitura difícil e a apresentação pouco atraente.

relatório

Como escrever?

O relatório deve apresentar clareza do raciocínio, ser conciso e coerente, incluindo a informação indispensável à compreensão do trabalho.

A forma pela qual alguma informação pode ser apresentada (tabelas, gráficos, ilustrações), pode contribuir consideravelmente para reduzir a extensão de um relatório.

As frases utilizadas devem ser completas, para que, através da sua leitura seja possível seguir um raciocínio lógico.

Na ciência, todas as afirmações devem ser baseadas em provas factuais e não em opiniões não fundamentadas.

De igual modo, o aluno deve evitar o excesso de conclusões, sendo estas precisas e sintéticas.

As conclusões devem, igualmente, ser coerentes com a discussão dos resultados

O que colocar em um relatório

A estrutura de um relatório se inicia com a apresentação.

Título do relatório, autor(es), data, disciplina a que diz respeito.

A divisão subsequente em várias seções ajuda à sua organização e escrita por parte dos autores.

E, de igual modo, permite ao leitor encontrar mais facilmente a informação que procura.

Introdução

A introdução deve conter a informação essencial à compreensão do trabalho.

É onde você faz a apresentação do tema geral do seu trabalho.

É onde também você descreve os objetivos do seu trabalho.

Procedimento Experimental/Metodologia/Desenvolvimento

Deve ser sintético mas preciso, contendo, no entanto, informação suficiente de modo que, no caso da experiência vir a ser repetida por outrem, possam ser obtidos resultados idênticos.

Normalmente considerado como um ponto secundário do trabalho, esta parte do relatório é, no entanto, essencial para a compreensão da experiência a realizar.

Resultados

É a descrição do que se observa.

Inclui o registo e tratamento dos dados (quando há, como é o caso por exemplo de experiências).

Bem como os esquemas e ou as figuras das observações efetuadas.

Discussão

É onde você faz a interpretação dos resultados.

A discussão deve comparar os resultados obtidos face ao objetivo pretendido.

A discussão constitui uma das partes mais importantes do relatório.

Uma vez que é nela (e não na introdução) que os autores evidenciam todos os conhecimentos adquiridos, através da profundidade com que discutem os resultados obtidos.

Conclusão

O que você entendeu do que observou?

Aqui você coloca o que você conclui relacionando o objetivo que você tinha, o que você observou e aonde você chegou.

Referências bibliográficas

Aqui você coloca todas as pessoas que você usou para fazer o trabalho bem como sites, livros e revistas que consultou.

By | 2018-04-04T17:21:27+00:00 09.04.18|0 Comentários

Sobre o Autor:

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais, Mestre em Ciências (ênfase Ensino de Biologia) pela Universidade de São Paulo. Trabalha com biologia geral, com ênfase em estratégicas didáticas e linguagem.

Deixar Um Comentário