Metodologias ativas: Just-in-Time Teaching – JiTT

O Just-in-Time Teaching (JiTT) ou Ensino sob Medida (EsM) é um método desenvolvido por Gregor Novak e colaboradores.

Consiste em ajustar a aula às necessidades dos alunos.

Mas como assim?

As necessidades dos alunos são diagnosticadas por meio da leitura às respostas dadas pelos próprios alunos.

Ou seja, as respostas dos alunos sobre determinado conteúdo antes da aula, serve para que o professor planeje o desenvolvimento da aula.

Apesar de não ser uma metodologia ativa tão conhecida, este método tem se mostrado como ótima opção para se considerar o conhecimento prévio dos alunos.

E também para formar o hábito de estudo antes da aula.

A estratégia de ensino Just-in-Time persegue três objetivos principais:
  • maximizar a eficácia da sessão de sala de aula, onde os professores estão presentes;
  • estruturar o tempo fora da sala de aula para o máximo benefício de aprendizagem e
  • criar e manter o espírito de equipe.

O desenvolvimento desse método se dá por meio de tarefas preparatórias antes da aula.

Ou seja, você enquanto professor planeja suas aulas com base nos conhecimentos e dificuldades apresentadas pelos alunos.

Na prática funciona assim:

Just-in

O JiTT envolve três etapas centradas nos alunos:
  • Exercício de aquecimento (WarmUp exercise)

Constitui de uma etapa prévia à aula.

Nessa etapa o professor pede que os alunos leiam materiais de apoio, Tarefas de Leitura (TL) e respondam eletronicamente (via e-mail ou postagens no Moodle) questões conceituais.

A partir dessas respostas, o professor prepara as atividades de aula.

O objetivo é introduzir o conteúdo a ser trabalhado e estimular o pensamento crítico.

  • Discussões em aula sobre Tarefas de Leitura (TL)

As respostas servem como base ao professor para elaboração de aulas sob medida para seus alunos.

Para preparar explicações e atividades direcionadas à superação das dificuldades apresentadas.

O professor reapresenta as questões e pode transcrever algumas respostas, mantendo o anonimato do aluno, a fim de evitar constrangimentos.

  • Atividades em grupo envolvendo os conceitos trabalhados nas TL e na discussão em aula

A chave para promover o engajamento dos estudantes durante a aula é que haja mudança nas atividades que realizam.

Exposições orais curtas, intercaladas com outras atividades individuais ou colaborativas, exercícios de fixação, trabalhos em laboratórios, etc.

Isso permite que o aluno renove sua atenção a cada mudança e também pratique o uso de novos conceitos estudados.

Após as aulas os alunos podem receber outros tipos de questões para responder eletronicamente, denominadas Puzzles (quebra-cabeças).

Essas questão são relacionadas ao conteúdo trabalhado em aula, mas que apresentam uma questão intrigante que envolva um contexto diferente.

Assim, o professor poderá avaliar se o aluno está sendo capaz de transformar o conhecimento para nova situação.

Por que utilizar o Just-in-Time Teaching nas suas aulas?

As metodologias ativas são uma ótima ferramenta para utilizar a tecnologia para melhorar a aprendizagem.

O JiTT foi projetado para desenvolver a habilidade de trabalho em grupo entre os estudantes.

E também  a capacidade de comunicação oral e escrita.

Além disso dá responsabilidade aos alunos pela sua própria aprendizagem e aumenta a retenção de conhecimento dos conteúdos a longo prazo.

As respostas dos alunos às tarefas preparatórias estabelecem um valioso feedback para o professor ajustar e organizar sua aula.

O que ajuda a focar nas principais dificuldades manifestadas pelos alunos.

Maximiza a eficácia e o tempo de aula.

Perfeita para cursos mais curtos ou conteúdos para os quais se disponibiliza de pouco tempo em sala.

Mas é importante frisar que, diminui o tempo de protagonismo do professor em sala de aula, mas aumenta o tempo de planejamento.

By | 2018-08-20T21:26:45+00:00 22.08.18|0 Comentários

Sobre o Autor:

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais, Mestre em Ciências (ênfase Ensino de Biologia) pela Universidade de São Paulo. Trabalha com biologia geral, com ênfase em estratégicas didáticas e linguagem.

Deixar Um Comentário