O currículo escolar nos dá a ideia de um caminho percorrido durante uma vida, ou que se vai percorrer.

O currículo é algo bastante abrangente, dinâmico e existencial.

O currículo escolar envolve todas as situações da vida escolar e social do aluno.

É o interagir de tudo e de todos que interferem no processo educacional do aluno.

O currículo escolar não se limita a questões ou problemas que só se relacionam ao âmbito escolar.

Isso porque o currículo não visa apenas o que o professor ensina na sala de aula, mas a formação do aluno como um todo.

Considerando também a formação para sua vida após a escola.

Todas as atividades e experiências realizadas e vivenciadas pelo aluno e por todo pessoal envolvido com o aluno deve compor o currículo escolar.

O currículo escolar pode ainda ser entendido como todas as experiências e atividades realizadas sob a orientação da escola, com os objetivos visados pela escola.

Isso significa que, o currículo não se refere apenas as matérias de ensino.

Mas a tudo que promover e ativar o processo educativo dos alunos.

O currículo não é um conceito, mas uma construção cultural.

Isto é não se trata de um conceito abstrato que tenha algum tipo de existência fora e previamente à experiência humana.

Então para que serve o currículo?

O currículo é um modo de organizar uma serie de práticas educativas

Serve como base para a aprendizagem e acesso para a elaboração da informação, participação e entendimento do ensino.

O currículo escolar é composto de outros currículos, como o social, o oculto e o estruturador.

Achou esquisito? A gente explica?

Currículo Social

currículo escolar

O currículo escolar deve respeitar a diversidade social e cultural e considerar as particularidades do ambiente escolar em que está inserido.

A construção do currículo social faz parte da identidade educacional.

Por isso organizar as diferenças das mediações e referências sociais contribui para o bom rendimento do processo ensino aprendizagem.

Para o planejamento de um bom currículo é importante considerar as relações entre currículo e produção de identidades sociais e individuais.

Currículo oculto

O que se aprende no currículo oculto são fundamentalmente atitudes, comportamentos e valores.

Toda prática de ensino carrega valores, ideologias e comportamentos que estão além do conteúdo científico.

São essas coisas que são presentes na aula, mas não são declaradas, e muitas vezes nem consciente fazem parte do currículo oculto.

O currículo oculto está presente no cotidiano educacional: contendo elementos que contribuem para aprendizagem de conceitos e valores de práticas educativas que são incluídas como conteúdo escolar.

Currículo estruturador

O currículo estruturador é o que articula os conteúdos, valores e conhecimentos.

O currículo não pode ser uma listagem de itens.

É importante que seja uma rede que interliga todos os aspectos que se pretende trabalhar.

Quando os conceitos que estruturam a área e as disciplinas estão explícitos, pode-se ordenar um currículo recortando da realidade os fenômenos que precisam ser compreendidos, traduzindo-os em temas de estudos, nos quais os conceitos, procedimentos e atitudes serão construídos.

O currículo estruturador busca ligar as disciplinas, afim de que o conhecimento proposto seja articulado em todas as áreas de conhecimento.

A organização de currículo deve partir de uma ideia chave.

Sendo assim cada área de conhecimento se organiza por meio de um tema problema.

Os alunos precisam se envolver com questionamentos a fim de se tornarem pesquisadores do próprio tempo histórico.

Na prática os alunos podem estudar fenômenos interdisciplinares de forma não linear, e construir seu conhecimento traçando paralelos entre diversos teóricos e conceitos.

Para a organização curricular o conceito estruturante, a ideia chave, é fundamental na seleção do que será ensinado.

A articulação do currículo depende de as escolas reverem sua organização, estabelecer projetos e planejamentos interdisciplinares, além de definir cada processo formador em conjunto com os professores.

Desta forma planejar os conteúdos de modo objetivo e articulador proporciona a vivencia de um currículo estruturante nas práticas educativas.

Para quem quiser ler mais sobre o assunto, pode buscar nesse livro.